< Voltar aos artigos
Vinhos

Vindimas 2020 - O que podemos esperar dos vinhos verdes?

Partilhar
Estamos no momento alto do ano na Quinta da Raza, o colher dos frutos de longos meses de trabalho e dedicação. Certamente, estão todos curiosos sobre o que esperar da Vindima 2020 e como estarão os nossos vinhos verdes. Nós levantamos um pouco o véu. 

As expetativas estão elevadas e estamos muito entusiasmados com esta colheita! Na Quinta da Raza, após a ansiedade inicial, uma vez que a floração ocorreu cerca de 10 dias mais cedo que o habitual, os receios dissiparam-se ao ser verificado um crescimento saudável e regular das uvas

O clima ameno que se fez sentir durante os meses de julho e agosto em Celorico de Basto contribuíram para um período final de maturação excecional das uvas. Contamos que, com este panorama, o resultado dos vinhos reflita a serenidade e equilíbrio com que a natureza brindou as vinhas da Quinta da Raza. 

A continuidade do bom tempo, durante a vindima que está a acontecer, está a permitir a manutenção da frescura natural característica das uvas desta região e vai potenciar o perfil aromático dos vinhos verdes.  

As vindimas são um dos pontos altos do ano em todas as Quintas, pois é o momento em que se começa a aflorar o resultado de um trabalho árduo que decorre durante os vários meses de crescimento das vinhas. Em 2020, a produção média por vinha está ligeiramente abaixo dos outros anos, mas o aumento da área plantada contribui para a manutenção das quantidades produzidas em anos anteriores.  

Que castas poderão ser as maiores estrelas do ano? 

Do que pode ser adiantado até ao momento, pela análise aos controlos de maturação assim como dos mostos já em adega, os vinhos verdes da Quinta da Raza estão num ótimo caminho. "Estamos muito contentes com todas as castas! No entanto, temos vindo a verificar que a frescura, aromas e equilíbrio percecionado nas castas Alvarinho, Avesso, Arinto e Azal estão a superar as nossas expectativas”, afirma Pedro Campos, Enólogo da Quinta da Raza.

Pela frente ainda nos aguardam algumas semanas de colheita e toda a equipa de vindimadores locais empenha-se, com a motivação em alta, tendo sempre em mente o respeito pela sua saúde e a do próximo. Nesta fase, não há pressas, pois as diferentes castas devem ser vindimadas no exato ponto de maturação!  
Na adega, os colaboradores experientes e dedicados sentem o aroma da fermentação com um sorriso nos lábios, relembrando a alegria anual de ver o resultado de um trabalho árduo, guardado em segurança. 

Mais ainda há muito caminho por traçar. Na Quinta da Raza respeitamos muito a velha máxima que nos indica que "até ao lavar dos cestos ainda não acabou a vindima”, mas a verdade é que, fruto da nossa experiência, estamos muito entusiasmados com 2020 e com o excelente ano de vinho!